Marcas de roupas veganas: 5 Empresas nessa área

No início, muitos tinham o veganismo como tendência passageira, mas virou um movimento social além da alimentação, a exemplo das marcas de roupas veganas.

O veganismo é um estilo de vida onde o indivíduo não consome ou se relaciona com nada de origem animal. E recentemente tomou grandes proporções quando falamos em vestimentas e insumos utilizados na confecção das peças.

Com isso, mais pessoas buscam empresas que atuam com seriedade nessa área. Se é o seu caso, acompanhe as dicas incríveis e transforme seu guarda-roupas ou dos seus clientes!

Marcas de roupas veganas: 5 empresas que se destacam nessa área

marcas de roupas veganas

Para quem nunca teve contato com essa moda específica e inovadora, é comum se perguntar o que é roupa vegana. Afinal, uma coisa é mudar a alimentação, mas o desafio está em levar isso para questões como o vestuário.

Pois bem, o veganismo na moda se relaciona com métodos, práticas e insumos utilizados na confecção de roupas. Por exemplo, a pessoa quer ter a certeza de que não houve maus-tratos a animais.

Aliás, querem garantias de não haver “traços” animais nas roupas. Porém, isso não se estende apenas às roupas, pois bolsas, itens e acessórios precisam seguir o mesmo “esquema” de produção.

Diante de um cenário em que praticamente 15% da população brasileira é vegana, as empresas viram grandes oportunidades. Afinal, estamos falando de mais de 30 milhões de potenciais clientes. Sendo assim, veja as principais empresas!

1. King55

Procurando fomentar o impacto visual, social e ambiental, a King55 é uma empresa com selo 100% vegano. Na prática, quer dizer que a empresa atende todos os requisitos impostos para atuar de maneira altamente sustentável.

A marca oferece todo tipo de roupa, desde camisas, camisetas, calças, bermudas, coletes, cuecas, jardineira, macacão e saias. Atendendo os públicos feminino e masculino, viabiliza calçados e acessórios, e atua como fornecedor de roupa infantil.

Entretanto, o grande diferencial aqui é o Programa “Ex-Jeans”. Nesse contexto, você entrega aquele jeans esquecido no guarda-roupas e recebe descontos na loja. Tudo para incentivar um consumo mais consciente.

2. Renata Buzzo

Inicialmente, a marca Renata Buzzo ficou amplamente conhecida por confeccionar vestidos para noivas, mas veganos. E o sucesso alcançado com esse segmento exclusivo abriu margem para expandir a empresa.

Dessa forma, atualmente a marca trabalha com peças numeradas e tamanhos P, M, G ou sob medida. Além disso, há muita exclusividade na confecção, pois são produzidas somente 10 unidades de cada modelo.

Outro ponto positivo é que a marca trabalha com pedidos sob encomenda, e disponibiliza um canal direto de comunicação. Com isso, o cliente é capaz de acompanhar todo o processo de produção, em tempo real!

3. Flávia Aranha

Fundada em 2009, a marca Flávia Aranha dominou a confecção de roupas a partir de matéria-prima selecionada e natural. Aliás, utiliza o método de tingimento de roupas com plantas brasileiras, ou seja, de forma sustentável.

A empresa atende apenas o público feminino, mas o faz com total responsabilidade pelo direcionamento vegano. Não à toa, é uma empresa certificada pelo Sistema B desde 2016.

O certificado emitido pelo atendimento aos requisitos desse sistema que atua em mais de 50 países, confirma o compromisso com a sustentabilidade. Afinal, significa total transparência na produção em equilíbrio com os impactos socioambientais.

O diferencial da marca é que você pode comprar a partir da escolha do material utilizado, como:

  • Tear muquém
  • Seda
  • Linho
  • Algodão orgânico
  • Cerâmica
  • Palhas
  • Madeira
  • Couro atanado

4. Bambusa Brasil

Quem busca roupas íntimas veganas vai se surpreender com a gama de tipos de peças íntimas da Bambusa Brasil. E uma vantagem da empresa é que ela atende todos os públicos, inclusive o infantil. Veja algumas vantagens:

  • Utiliza o algodão orgânico como matéria-prima.
  • Algodão orgânico que é colorido naturalmente.
  • Processo de tingimento vegetal das roupas.
  • Trabalha com reaproveitamento de resíduos.
  • Possui forte direcionamento de sustentabilidade e atende requisitos socioambientais.

Portanto, essa pode ser uma oportunidade para comprar itens ou deixar de procurar por fábricas de moda íntima. Afinal, a Bambusa Brasil é forte candidata!

5. Cofi

Dentre as empresas voltadas ao mercado vegano de roupas, a Cofi é talvez uma das que mais oferece preço atrativo. Algumas pessoas julgam ser roupas caras. Mas é preciso considerar que existe um processo cuidadoso e artesanal na produção.

Além do que, as matérias-primas têm custos mais elevados se comparadas aos insumos da produção têxtil convencional. Então, é de se esperar que o preço final das roupas chegasse a um patamar mais alto mesmo.

Inclusive, a Cofi produz roupas mais “normais”, por assim dizer, são peças para o cotidiano. A marca produz calças, bermudas, saias, camisetas (T-shirts) e acessórios.

Uma ação que costuma engajar os clientes, é que a Cofi inclui informações diferenciadas no envio da peça. Por exemplo, você sabe exatamente quais materiais compõem a peça, além da profissional costureira responsável pela peça.

Essa “carteira de identidade”, como a empresa chama a ação, ajuda o consumidor a compreender parcialmente o impacto daquele produto. Então, se você procura camisetas para revenda, pode ser um ponto de partida!

Agora é só aproveitar as opções em moda vegana

O mercado das marcas de roupas veganas ainda está dando os “primeiros passos”, mas está progredindo a passos largos. Dessa forma, se você pensa em empreender num mercado favorável e com ampla aceitação, esse é o momento!

Afinal, agora você conhece 5 boas opções que podem se tornar bons modelos para estruturar o seu negócio próprio. Não deixe a oportunidade passar, pois nós nunca sabemos se vai dar certo, a não ser tentar com perseverança, concorda?

Espero muito que tenha gostado das minhas dicas, não esqueça de compartilhar com conhecidos e amigos veganos, tenho certeza que vão se interessar nesse tema. Até a próxima!